ESTÉTICA

BOCHECHAS DEFINIDAS

MITOS E VERDADES SOBRE A BICHECTOMIA, PROCEDIMENTO INDICADO PARA AFINAR O ROSTO

Ao contrário das formas do corpo, o rosto pode ser uma parte difícil de moldar com exercícios fí- sicos e alimentação equilibrada. Por isso, a bi- chectomia, que visa à remoção da bola de Bichat — também conhecida como corpo adiposo da bochecha —, é um procedimento cirúrgico que ganhou força e tem cada vez mais adeptos. Ela pode ser funcional, em pacientes que costumam morder a bochecha, ou estéti- ca, salientando as proeminências zigomáticas (maçãs do rosto) e afinando a face.

VEJA, ABAIXO, OS MITOS E VERDADES SOBRE O TRATAMENTO ESTÉTICO:

FICAM CICATRIZES EXTERNAS (MITO) Por ser uma cirurgia intraoral, ou seja, que tem o corte (incisão) feito dentro da boca, a bichectomia não deixa cicatrizes aparentes.

PODE DEIXAR O ROSTO ENVELHECIDO (MITO) Essa gordura tem função apenas de preenchimento, e não de sustentação — diferentemente dos demais compartimentos de gordura da face, cuja absorção pode, sim, causar o envelhecimento do rosto.

A CIRURGIA É RÁPIDA (VERDADE) A cirurgia dura entre quarenta minutos e uma hora e meia. A recuperação também é rápida, e o paciente volta a suas atividades normais em poucos dias.

O RESULTADO DA CIRURGIA É PERMANENTE (VERDADE) Exceto em casos de ganho exagerado de peso, são muito baixos os índices de recidivas. Por ser uma cirurgia irreversível, é importante fazer um mapeamento facial junto ao médico ou dentista para garantir o resultado desejado.

NÃO HÁ RISCO DE COMPLICAÇÕES (MITO) Apesar de ser um procedimento simples, a bichectomia apresenta riscos como toda cirurgia. Se realizada por um profissional não qualificado, existe a possibilidade de sangramentos e infecções, além de assimetria da face, lesão de nervo e estruturas adjacentes, podendo provocar até mesmo uma paralisia facial.

O PÓS-OPERATÓRIO É IGUAL AO DA CIRURGIA PARA RETIRADA DOS SISOS (VERDADE) É comum ocorrer um inchaço na região causado pelo corte cirúrgico. Ele pode ser tratado com o uso de compressas de água fria. Alimentos ácidos, como frutas cítricas, devem ser evitados e é indicado o consumo de comidas geladas e pastosas, para acelerar a cicatrização.

Compartilhe:

Rodrigo Almada

Rodrigo AlmadaÉ membro da ABOR (Associação Brasileira de Ortodontia) e da WFO (World Federation of Orthodontics). Graduado em odontologia pela UFMG em 1995. Top Doctor e professor da técnica Invisalign no Brasil. CRO-MG 21.100

Outras postagens de: Rodrigo Almada