Fitness

CHOQUINHO DO BEM

Se você pensa que as academias são todas iguais, os seus conceitos de musculação precisam ser atualizados. Depois do treinamento funcional e do crossfit, agora é a vez do treino de eletroestimulação muscular ganhar força nas academias brasileiras. O equipamento revolucionário foi amplamente adotado em outros países e recém-aprovado pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso no Brasil. Um console ligado a um colete com eletrodos permite a condução da eletricidade, recriando o movimento natural do sistema nervoso. O traje, repleto de eletrodos conectados a uma unidade de controle com inúmeras funções de treinamento, é colocado antes de iniciar o treino, e pode ser personalizado de acordo com o objetivo de cada aluno. Durante os exercícios — mesmo os mais simples, como agachamento, flexão de braços, elevação de pernas e abdominais —, a contração involuntária da musculatura, promovida pelos estímulos elétricos, consegue gerar amplo recrutamento de unidades motoras para todos os grupos musculares envolvidos, aumentando a intensidade do treino e tornando-o eficaz em um curto período de tempo.” O educador físico Marcos Breno Santos foi responsável por trazer a modalidade para Belo Horizonte e inaugurou, em maio deste ano, a primeira academia especializada em Eletro Fitness da capital, a SYNC Eletro Fitness. Segundo ele, a tecnologia permite ativar mais de 300 músculos simultaneamente e recruta mais de 90% das fibras musculares, o que seria, em média, 30% em um treino convencional. “Ou seja, potencializa a atividade física realizada e atinge camadas mais profundas do músculo. E tudo isso ocorre em apenas vinte minutos, duas vezes por semana”, conta. A administradora Junia Melo, de 46 anos, é uma das adeptas. Ela começou a treinar em maio, intercalando com a academia convencional, e garante que a eletroestimulação fez toda a diferen- ça. “Reduzi medidas e aumentei massa muscular. Eu já malhava antes e mantenho uma boa alimentação, mas essa modalidade fez muita diferença no meu corpo”, diz. “Consigo estimular mais músculos, treinar força e aeróbico simultaneamente, e, como o exercício é direcionado por um personal, tenho certeza de que estou fazendo as atividades corretamente”, afirma. Outro defensor da modalidade é o educador físico Vitor Melilo. A academia dirigida por ele, a Feminina Fitness e Estética, adotou os procedimentos e tem tido um retorno positivo.

“A eletroestimulação facilita a tonificação muscular, a perda de volume ou peso, melhora a circulação, a celulite, o rendimento desportivo e a recuperação muscular pós-competição e favorece a hipertrofia”, garante. “Tudo isso sem impacto articular. É um dos melhores métodos disponíveis atualmente no mercado fitness”, conclui. A intensidade durante o treino é regulada individualmente para cada grupo muscular (pernas, braços, glúteos, abdômen, lombar, grande dorsal, peitoral e costas) e varia de acordo com a capacidade física de cada aluno. Os cuidados devem ser os mesmos de um treino convencional, como evitar a fadiga muscular no excesso de exercícios combinados e não realizar outras atividades físicas expressivas no mesmo dia, além de se manter hidratado e bem alimentado.

FIQUE ATENTO!

Embora a modalidade seja segura e regulamentada pela Anvisa, existem alguns pontos de atenção para que o indivíduo esteja apto a realizar os procedimentos. Pessoas portadoras das condições abaixo devem consultar um médico antes de iniciar os exercícios.

  • Epilepsia
  • Marca-passo
  • Implantes ativos
  • Gravidez
  • Distúrbios
  • circulatórios graves
  • Hérnia de parede
  • abdominal ou hérnia
  • inguinal
  • Tuberculose
  • Doenças tumorais
  • Arteriosclerose em
    fase avançada
  • Distúrbios circulatórios arteriais
  • Doenças neurológicas graves
  • Diabetes
  • Doenças febris
  • Processos bacterianos
    ou virais agudos
    Sangramento ou aumento
    da tendência para
    hemorragias (hemofilia)
  • Doenças hepáticas
  • Feridas, inflamações,
    queimaduras, irritações,
    eczemas na área do eletrodo
Compartilhe:

Revista Saúde e Estilo

Revista Saúde e EstiloA SAÚDE&ESTILO entra em cena para levar conhecimento e informação ao seu leitor, agregando cuidados com a mente e com o corpo e estimulando a busca por uma vida de hábitos saudáveis. Mantendo, é claro, sua visão responsável sobre longevidade.

Outras postagens de: Revista Saúde e Estilo