ESTÉTICA

Cirurgias durante a pandemia

Atenção especial à imunidade em tempos de Covid-19

Diante dos riscos de contágio do novo coronavírus, é preciso ter cuidado redobrado ao planejar futuros procedimentos. Se tem algo que a Covid-19 ensina todos os dias é a necessidade de higiene e prevenção para evitar o contágio do vírus e, consequentemente, outras doenças. Por estética ou não, todo procedimento cirúrgico requer cuidados com o pré-operatório e o pós-cirúrgico.

Antes de obter dicas para aumentar a imunidade, entenda o que significa. De uma forma simples e resumida, o sistema imunológico nada mais é do que uma defesa do organismo contra agentes infecciosos. Ou seja, é um conjunto de células de defesa e tecidos especiais responsável por proteger nosso corpo contra bactérias, vírus e outros microrganismos nocivos presentes no ar.

Existem alguns fatores que podem aumentar a imunidade, como alimentação e sono adequados, entre outros hábitos saudáveis. As vitaminas são importantes para melhorar e fortalecer o nosso sistema de defesa e imunológico. No período de quarentena, recomenda-se priorizar vitaminas como a C e, em especial, a D, que ajudam a proteger o sistema respiratório e, consequentemente, a combater doenças infecciosas respiratórias agudas. Separe um período do dia para ficar em frente à janela tomando sol.

Prefira manter uma alimentação saudável, balanceada e equilibrada, rica em frutas e verduras, com prioridade para carnes magras (como peixes e frangos), sem excesso de frituras e gorduras. Vale reforçar que não existe alimento nem nutriente milagroso contra o novo coronavírus. Também é importante manter uma hidratação contínua ao longo da rotina. O recomendado é ingerir de 2 a 3 litros de água por dia.

Durma bem. Estudos recentes apontam que uma boa noite de sono diminui as chances de uma pessoa contrair um resfriado. O recomendado é dormir de seis a oito horas por noite, possibilitando uma qualidade de sono favorável para os hormônios e para as condições cardíacas.

Pratique atividades físicas regularmente para melhorar o funcionamento da circulação sanguínea e auxiliar as células de defesa a circular pelo organismo. O indicado é realizar exercícios leves a moderados, no mínimo três vezes na semana, mesmo em casa.

Não consuma bebidas alcoólicas excessivamente e não fume. O consumo de álcool em excesso deixa o organismo mais vulnerável para problemas respiratórios, como pneumonia, o que representa um grande risco para a piora de quadros do novo coronavírus, especialmente após os 45 anos. Por fim, o stress excessivo também pode ser um dos principais responsáveis pela baixa imunidade. As tensões do trabalho ou até mesmo as cotidianas podem impedir que as células do corpo funcionem adequadamente, dando espaço para o surgimento de doenças. Invista em atividades que proporcionem bem-estar. Seja um exercício físico, música, leitura ou qualquer outra coisa. O importante é distrair a mente.

O aumento da imunidade não evita que uma pessoa contraia o novo coronavírus. A melhora do sistema de defesa do organismo serve apenas para evitar os casos mais graves da doença.

Compartilhe:

Edmundo Ahouagi

Edmundo AhouagiÉ membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, constituiu sua formação em Cirurgias Gerais no Hospital Luxemburgo, que presta serviços há mais de trinta anos, e no Hospital Mário Pena. CRM: 32.990 RQE: 16556

Outras postagens de: Edmundo Ahouagi