Saúde

E aí Dr, eu posso ter trombose?

Dia 13 de outubro comemoramos o dia mundial de combate a trombose. Um bom momento para divulgar sobre sobre esta doença que tanto assola a população.

Primeiro temos que ter em mente que uma boa circulação faz com que todo o organismo funcione corretamente, pois, dessa forma, o sangue rico em oxigênio é bombeado adequadamente para todos os tecidos e órgãos vitais do corpo que necessitam de nutrientes. Em contrapartida, uma circulação ruim ou que é dificultada por fatores como longas viagens e gestações pode causar uma série de complicações, como a trombose.

Primeiro vamos entender a trombose venosa profunda (TVP), ela ocorre quando um coágulo sanguíneo se forma, sendo mais frequente nas veias dos membros inferiores. Nosso sistema está sempre em homeostase (equilíbrio), então quer dizer que estamos constantemente fazendo coágulos e desfazendo, e quando um dos lados dá ‘’erro”, acontece um evento trombótico ou sangrante. Após formado o coágulo, a sintomatologia dele depende da extensão do mesmo, então obviamente quanto maior o coágulo formado, maior as chances de sintomas e complicações como a embolia pulmonar (EAP). Nesta situação (EAP) uma parte do coágulo pode se desprender e viajar até se alojar nos pulmões, ocasionando a embolia pulmonar, doença grave e que pode ser fatal.

Dessa forma  é importante ficar atento aos sinais da trombose, que incluem dor na perna, principalmente na panturrilha, associada a inchaço persistente, calor, sensibilidade e vermelhidão. Mudança de cor na região e dificuldade de locomoção também podem indicar a presença de um coágulo sanguíneo nas pernas. E a atenção com a doença deve ser redobrada por aqueles que possuem fatores individuais que agravam os riscos de trombose, como obesidade, tabagismo, uso de hormônios e pílulas anticoncepcionais, portadores de câncer, pessoas com maior predisposição a coagulação sanguínea, gestantes, idosos, deficientes físicos e portadores de varizes.

Caso se presencie estes sintomas, o mais importante é procurar tratamento médico evitando que a doença evolua para uma embolia pulmonar, que possui como sintomas dor no peito, tosse, cansaço e falta inesperada de respiração. Geralmente, o tratamento da doença inclui o uso de medicamentos anticoagulantes que vão ajudar na redução da viscosidade do sangue e na dissolução do coágulo, impedindo assim que esse cresça e avance para outras regiões e também evitando a ocorrência de novos quadros de trombose.

A TVP é, muitas vezes, assintomática. O diagnóstico clínico é difícil. O exame mais utilizado para o diagnóstico da TVP é o Eco Color Doppler.

O tratamento é feito com substâncias anticoagulantes (impedem a formação do trombo e a evolução da trombose) ou fibrinolíticos (destroem o trombo). Mais modernamente, e em situações selecionadas, o tratamento da TVP pode ser feito na própria residência do paciente, usando-se as heparinas de baixo peso molecular.

Na maioria dos casos, a doença resolve-se com o tratamento. Porém, o problema pode retornar, principalmente em pessoas com predisposição à trombose. Dessa forma, é importante que sejam tomados cuidados voltados para prevenção do problema. Algumas medidas que visam melhorar a circulação podem ajudar na prevenção do quadro de trombose. O recomenda-se que pare de fumar, consuma bastante água, adote uma alimentação balanceada, realize exercícios físicos regularmente e evite passar muito tempo na mesma posição, seja no horário de trabalho ou em longas viagens, levantando-se de hora em hora para se movimentar um pouco. O uso de meias elásticas também pode ser indicado. Porém, o mais importante é que se consulte um cirurgião vascular regularmente, principalmente se tiver predisposição ou agravantes individuais associados à trombose.

Dra. Aline Lamaita e Dr. Thiago Melo são cirurgiões vasculares e membros da diretoria (comissão de marketing) da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV)

Dra. Aline Lamaita

Cirurgiã Vascular

CREMESP – 101.355

Instagram: @alinelamaita.vascular

Dr. Thiago Melo

Cirurgião Vascular

CREMEB – 23889   /   CREMESP 128547

Instagram: @drthiagomelo

Compartilhe:

Revista Saúde e Estilo

Revista Saúde e EstiloA SAÚDE&ESTILO entra em cena para levar conhecimento e informação ao seu leitor, agregando cuidados com a mente e com o corpo e estimulando a busca por uma vida de hábitos saudáveis. Mantendo, é claro, sua visão responsável sobre longevidade.

Outras postagens de: Revista Saúde e Estilo