Cirurgia plástica

ENGRAVIDEI LOGO DEPOIS DA CIRURGIA PLÁSTICA, E AGORA?

ENTENDA OS FATORES QUE INFLUENCIAM NA RECUPERAÇÃO APÓS O PARTO

Os cirurgiões plásticos são unânimes ao orientar suas pacientes a se programarem e optar entre uma gestação ou uma cirurgia plástica. Entretanto, nem sempre as coisas acontecem dentro do previsto, ou um desejo atropela o outro. Quando isso acontece, não é preciso temer complicações, pois o bebê não sofre incômodo algum dentro da barriga de uma mamãe que já foi submetida a cirurgias plásticas estéticas. O corpo da mulher, no entanto, passa por transformações durante uma gestação e vários fatores influenciam na recuperação após o parto.

Se o ganho de peso durante a gravidez for adequado, entre nove e onze quilos, a aparência da barriga pode ser muito próxima ao que era antes. A grávida que já passou por uma cirurgia plástica deve tomar cuidados redobrados com a hidratação da pele, que está mais sujeita a estrias, tanto nos casos de abdominoplastia ou mamoplastia. O uso de protetores solares nas cicatrizes também é muito importante, já que há uma tendência à hiperpigmentação nesta fase. A cirurgia de aumento da mama, por meio da qual se coloca uma prótese de silicone, não interfere na amamentação. Já na redução de mamas, o risco de haver dificuldade para amamentar é maior, pois é uma intervenção mais invasiva, que causa alterações dos ductos, embora os especialistas busquem sempre empregar a melhor técnica, preservando a função das mamas.

As cirurgias estéticas podem ser realizadas antes ou depois da gravidez, porém, o aconselhado é aguardar um período mínimo de um ano antes de pensar em gerar uma nova vida, para contribuir com a melhor recuperação do reparo cirúrgico. Além das recomendações básicas, como controlar o ganho de peso e hidratar adequadamente a pele, é imprescindível um acompanhamento pré-natal adequado.

Compartilhe:

Edmundo Ahouagi

Edmundo AhouagiÉ membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, constituiu sua formação em Cirurgias Gerais no Hospital Luxemburgo, que presta serviços há mais de trinta anos, e no Hospital Mário Pena. CRM: 32.990 RQE: 16556

Outras postagens de: Edmundo Ahouagi