ESTÉTICA

Entenda as principais causas da queda de cabelos em mulheres

Até 30% da população feminina sofre ou sofrerá perda dos fios de cabelo em algum momento da vida. Dependendo da magnitude, a condição pode abalar, e muito, a qualidade de vida do paciente. Antes de tomar qualquer providência, é importante estabelecer o diagnóstico. Diferentemente dos homens, as mulheres, com frequência, apresentam outras causas de alopecia além da famosa androgenética, popularmente conhecida como calvície. É o caso da alopecia fibrosante frontal e do eflúvio telógeno.

A alopecia androgenética ocorre geralmente em pacientes com histórico familiar e caracteriza-se pelo afinamento dos fios, processo cientificamente chamado de miniaturização, mais comum na região frontal ou temporal. Haverá perda do volume do topete ou o aumento das entradas. O afinamento dos fios no meio da cabeça também é frequente. É interessante notar que não é marcante uma grande perda de fios nas mãos, no travesseiro ou durante o banho, como ocorre no eflúvio telógeno, que assusta devido à forma abrupta e aguda. As pacientes que apresentam esse quadro, muitas vezes, conseguem identificar um evento traumático que o precedeu, como uma cirurgia ou um período de tristeza.

Finalmente, a alopecia fibrosante frontal é um quadro descrito recentemente, com relatos de uma possível associação ao uso de filtro solar na face. É muito comum ocorrer a perda dos fios das sobrancelhas e até do corpo, seguindo-se a queda do cabelo da região frontal, temporal e da nuca. A paciente tipicamente apresenta testa e entradas avantajadas, além de sobrancelhas falhadas. A condição pode progredir rapidamente e necessita de tratamento adequado quanto antes. Consultar um bom especialista é fundamental, uma
vez que o diagnóstico da queda capilar pode ser difícil e o tratamento, diferente em cada caso.

Dr. Otávio Boaventura é médico pela UFMG, cirurgião geral pelo HC-UFMG, cirurgião plástico pela Fhemig, totalmente dedicado a restauração capilar. Fellow em Atlanta-EUA.

CRM: 39026
RQE cirurgia geral: 23919
RQE cirurgia plástica: 23920

Compartilhe:

Otávio Boaventura

Otávio BoaventuraÉ médico pela UFMG, cirurgião geral pelo HC-UFMG, cirurgião plástico pela Fhemig totalmente dedicado a restauração capilar. Fellow em Atlanta-EUA. CRM: 39026 RQE cirurgia geral: 23919 RQE cirurgia plástica: 23920

Outras postagens de: Otávio Boaventura