Cirurgia plástica

MASTOPEXIA: COM OU SEM IMPLANTE DE SILICONE?

SAIBA TUDO SOBRE A CIRURGIA DE CORREÇÃO DA FLACIDEZ DAS MAMAS

Alterações de peso, gravidez e a própria idade alteram o corpo feminino. A flacidez das mamas incomoda grande parte das mulheres. Muitas vezes, o melhor recurso para a correção é a mastopexia: cirurgia plástica em que há a retirada do excesso de pele e reposicionamento das aréolas, dando a mama um formato mais satisfatório. Pode ou não ser associada com o uso de implante de silicone.

A mastopexia é indicada nos casos em que a mama está caída, mesmo que apresente um volume adequado, e a aréola abaixo ou na mesma altura do sulco mamário. A flacidez de pele também influencia. A cirurgia pode ou não ser associada à colocação de um implante de silicone. Quando a paciente tem um volume adequado de mama e busca um resultado mais natural, com um colo menos marcado, o implante não é necessário. Já nos casos em que o volume da mama é pequeno ou em que a paciente deseja uma mama mais projetada, com um colo marcado, associamos o implante de silicone. Vale ressaltar que os implantes indicados na cirurgia de mastopexia não devem ser muito grandes, pois podem comprometer o resultado estético a médio prazo. Quanto maior for o implante de silicone, mais rápido a mama pode cair, além do maior risco de alterações na pele, como, por exemplo, estrias.

CICATRIZES

O posicionamento das cicatrizes na cirurgia da mastopexia irá depender da quantidade de pele a ser retirada (flacidez) e da decisão pelo uso ou não do silicone. Como a prótese ocupa parte do tecido que está sobrando na mama, o uso de implante pode diminuir o tamanho da cicatriz, podendo se resumir apenas a aréola (periareolar), em “L” ou em “T”.

RESULTADOS

Cada pessoa tem consistência e formato de mama únicos, inclusive é comum um mama ser diferente da outra. A percepção de satisfação também é individual. Algumas pessoas preferem mamas mais firmes e com colo mais marcado, outras se identificam com mamas mais naturais. O planejamento cirúrgico, portanto, é individual e deve ser feito com muita cautela, avaliando os fatores biológicos e o desejo da paciente.

“A MASTOPEXIA É INDICADA NOS CASOS EM QUE A MAMA ESTÁ CAÍDA, MESMO QUE APRESENTE UM VOLUME ADEQUADO.”

Compartilhe:

Leandro Gontijo

Leandro GontijoÉ membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Membro do Corpo Clínico do Hospital Mater Dei e do Hospital Lifecenter; sócio-proprietário da Clínica Leandro Gontijo CRM 46031 RQE 29322

Outras postagens de: Leandro Gontijo