ESTÉTICA

O que você sabe sobre harmonização facial?

O procedimento deve ser indicado após avaliação do especialista

A harmonização facial consiste em uma combinação de técnicas e procedimentos estéticos que visam a criar uma melhor harmonia entre os elementos do rosto e, assim, deixá-lo mais simétrico. Por meio dela, é possível tanto realçar pontos quanto melhorar alguns aspectos e expressões que estejam em desequilíbrio, incluindo marcas de envelhecimento. Existem diversas melhorias que podem ser realizadas, as mais comuns entre elas são:

  • Funções e expressões de músculos faciais;
  • Marcas de expressão;
  • Bigode chinês;
  • Definição de mandíbula;
  • Imperfeições no nariz;
  • Olheiras;
  • Papada;
  • Tamanho do queixo e testa.

De maneira geral, o procedimento é recomendado a pessoas que não estão satisfeitas com a sua aparência ou que consideram que alguns pontos não estão harmônicos com o restante do rosto. A harmonização facial também é muito requisitada por pessoas mais velhas, que, devido à ação do tempo, estão com a pele mais flácida e com ângulos e contornos menos definidos.

Entre as técnicas mais indicadas estão a toxina botulínica (Botox), que minimiza temporariamente linhas de expressão, rugas e pés de galinha, e o preenchimento com ácido hialurônico. Ele é capaz de aumentar lábios, melhorar contornos superficiais, suavizar ou eliminar rugas, corrigir sulcos e melhorar a aparência de cicatrizes.

As intervenções dependem das necessidades de cada paciente. Assim, é fundamental realizar uma avaliação dos traços faciais e da estrutura da pele com o especialista.

DRA. RENATA SUZANO

É médica formada pela Unifenas-BH, fez sua graduação em dermatologia clínica pelo Hospital da Baleia e dermatologia estética pelo ISMD e sócia da Lenz Clinic (CRM: 65871)

Compartilhe:

Revista Saúde e Estilo

Revista Saúde e EstiloA SAÚDE&ESTILO entra em cena para levar conhecimento e informação ao seu leitor, agregando cuidados com a mente e com o corpo e estimulando a busca por uma vida de hábitos saudáveis. Mantendo, é claro, sua visão responsável sobre longevidade.

Outras postagens de: Revista Saúde e Estilo