MEDICINA

POSSO REOPERAR O NARIZ?

Complexidade anatômica exige especialista com ampla experiência na área

O desejo de ter um nariz mais fino, arrebitado ou até mesmo totalmente reestruturado é o que move as pessoas a buscar as técnicas de rinoplastia. Quando o problema, funcional ou estético, não é resolvido, o paciente deve considerar uma segunda operação, a chamada rinoplastia secundária. O procedimento, indicado para quem já aguardou o tempo de recuperação necessário e, ainda assim, não ficou satisfeito com os resultados, melhora a autoestima e a autoconfiança.

Embora existam diversas técnicas cirúrgicas, um nariz já operado frequentemente apresenta tecido cicatricial, ou seja, fibrose, o que pode dificultar a execução. É preciso considerar, ainda, a complexidade da anatomia nasal, na qual existem pequenas conexões entre cartilagens e ligamentos do osso e da pele, além de espaços virtuais minúsculos. O cirurgião rinologista é o especialista máximo em função e estética nasal. É ele quem, diariamente, conserta nariz, resolve traumatismos, problemas respiratórios e reopera o sem-número de casos que não deram certo.

Segundo a Academia Americana de Cirurgia Plástica e Reconstrutiva Facial, a rinoplastia foi a cirurgia facial mais popular em 2018, seguida pela cirurgia de revisão, realizadas por 96% e 94% dos especialistas, respectivamente.

O QUE A RINOPLASTIA SECUNDÁRIA PODE CORRIGIR?
Irregularidades da parte óssea;
Irregularidades da cartilagem;
Desvio da pirâmide nasal;
Retirada excessiva do osso;
Retirada excessiva das cartilagens;
Colapso das válvulas nasais, que ocasiona problemas respiratórios.

Michel Pires (CRM 42016) é cirurgião rinologista especialista da Associação Brasileira de
Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial e membro da Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face.

Compartilhe:

Michel Pires

Michel PiresÉ cirurgião rinologista especialista da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial e membro da Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face. CRM 42016 RQE 22790

Outras postagens de: Michel Pires